Escolha uma Página

Com a chegada da COVID-19 o mundo todo tem passado por medidas de isolamento social para prevenir a propagação da doença. Com isso um grande impacto na economia mundial e para empresários, principalmente pequenos e médios negócios. Segundo especialistas nesse momento empresários precisam se organizar para reduzir o tamanho das perdas e se planejar para recuperação.

Segundo o consultor empresarial, Israel Rodrigues, o primeiro passo é fazer um levantamento da situação financeira do seu negócio identificando saldo disponível; contas vencidas; contas a pagar (dos próximos três meses), separando contas fixas e variáveis; contas a receber; estoque atual e um acompanhamento diário do fluxo de caixa. “A importância em fazer estas separações das contas a pagar está em definir o que é prioridade nos pagamentos e o que se torna mais estratégico para a manutenção do seu negócio, devendo fazer o levantamento de fornecedores que podem ter suas contas renegociadas ou postergadas” destaca Israel Rodrigues.

A Federação Brasileira de Bancos informou que os cinco maiores bancos do Brasil, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander, anunciaram a possibilidade de prorrogar as dívidas de seus clientes pessoa física e micro e pequenas empresas por 60 dias. Segundo a entidade, a medida se aplica aos contratos de crédito vigentes com o pagamento em dia e cada banco vai definir, a partir de critérios próprios, quais linhas de crédito serão passíveis de prorrogação. Para o consultor empresarial Israel Rodrigues, para quem tem um empréstimo esse pode ser um bom momento para renegociar dívidas.

Além disso esse é um momento importante para a empresa estar presente nas mídias digitais, fortalecendo sua marca divulgando os seus produtos. Inclusive usar do meio digital para fazer vendas online com entrega para os clientes. Profissionais que vendem serviços, e não produtos, também podem utilizar as redes sociais para manter os contados com os clientes. Ainda segundo o consultor empresarial fazer promoções nesse momento é interessante desde que que não afete significativamente a margem de lucro.

De acordo com o consultor empresarial, Israel Rodrigues, as decisões de agora que irão determinar se sua empresa vai sair na frente quando a economia voltar ao normal. Israel destaca ainda que o empresário não está sozinho nessa empreitada, existe muito conhecimento disponível hoje no mercado para prepará-lo assim como profissionais que podem contribuir para o seu negócio, como Contadores, Administradores, Consultores Financeiros e de Marketing que podem trazer o conhecimento necessário.

Inclusive uma dica é um portal do Sebrae que oferece diversas informações para empresários sobre como reagir à pandemia. Nesse site é possível encontrar informações sobre finanças, marketing, crédito, entre outras. Na plataforma também está disponível cursos online gratuitos em diversos setores, para que os empresários desenvolvam novas habilidades durante a gestão da crise.